Chefe de Gabinete afirmou que prefeitura vai comprar materiais furtados da EAPIC avaliados em 400 mil; Segundo ele, compra emergencial não terá realização de licitação

Em entrevista à 92 Fm, o Chefe de Gabinete da Prefeitura, José Fernando Bruno afirmou que a prefeitura vai arcar com o custo do material furtado do Recinto de Exposições avaliado em 400 mil reais.

Segundo o Chefe de Gabinete, a própria Prefeitura comprará os novos materiais para substituir o que foi furtado. Em entrevista ele afirmou que por se tratar de uma compra emergencial, não será necessária a realização de uma licitação para adquirir os materiais.

“O agronegócio é a locomotiva do Brasil. Então, isso é a feira sendo resgatada na sua essência. Temos que fazer o dinheiro e a economia girar. Depois de tanto tempo parados, São João faz essa retomada, alavancando a nossa economia e nosso agronegócio”, completou a chefe do executivo. relatou `à radio 92 Fm.

FURTO NA EAPIC

No inicio do mês o Recinto de Exposições José Ruy de Lima Azevedo – local onde será realizada a Eapic – foi alvo de vandalismo. Um grupo de pessoas furtou cerca de R$ 400 mil, aproximadamente, em fios, equipamentos e objetos.

O boletim de ocorrência foi registrado pela Comissão Organizadora da Prefeitura e a Polícia Civil já está investigando o crime. Entre os objetos furtados, estão: 10 campainhas, 52 disjuntores, 110 redes de iluminação pública (lâmpadas e postes), 700 metros de fios e cabos, uma chave e 50 metros de cano de metal.