Unifeob lidera ranking de instituições que capacitam estudantes para trabalhar com Google Cloud

Todos os universitários do último semestre de Análise e Desenvolvimento de Sistemas já têm um selo de certificação do programa e estão inscritos na Fase 2.

Em 12 de abril, toda a classe do último ano do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) conquistou o selo “Quest Google Cloud” e avançou para a Fase 2 do programa Google Cloud Career Readiness: Associate Cloud Engineer. Com este progresso, a Unifeob se tornou a instituição com melhor desempenho entre as 27 participantes com o objetivo de capacitar profissionais nas áreas STHEM (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Humanidades, Engenharias e Matemática).

A excelente classificação do Centro Universitário é resultado de anos de investimento na aplicação de tecnologia aos cursos disponibilizados. O gestor de Projetos de Tecnologia da Unifeob, Rodrigo Marudi, que é docente de ADS, ressalta a importância de projetos como este. “Todos os profissionais dessa área vão trabalhar com algum sistema em nuvem. Quem tiver conhecimento de gestão, análise e planejamento de projetos em nuvem vai estar à frente no mercado, tendo em vista a alta necessidade de profissionais qualificados com essas competências”.

Com 206 pessoas envolvidas, a iniciativa visa capacitar universitários do último ano de cursos como ADS e Engenharias para implementar novas tecnologias em corporações. A abertura das aulas para instituições consorciadas foi possibilitada pelo Comitê Gestor do Consórcio STHEM Brasil em conjunto com o grupo de trabalho de Inteligência Artificial “STHEM Brasil IA”.

Career Readiness

Atualmente, o sucesso em formar profissionais nas áreas STHEM é uma preocupação universal das instituições de ensino superior. Para isso, é preciso superar vários desafios que envolvem retenção de conhecimento, preparação dos estudantes e inovações educacionais, por exemplo. A Google oferece o programa Career Readiness: Associate Cloud Engineer a instituições parceiras, como a Unifeob, para contribuir com esse objetivo e preparar pessoas para atuar nestas áreas.

Trata-se de uma série de cinco cursos com 40 horas de conteúdo. “Os estudantes começam a entender o funcionamento e a infraestrutura da nuvem”, explica Marudi. “Eles ganham as aulas, que geralmente seriam pagas, para se capacitar e têm acompanhamento da equipe do Google, de docentes da Unifeob e todo o apoio da coordenação para fazer as provas de certificação, que também são ofertadas gratuitamente”.